Poetas – Compositores – Músicos – Fadistas

“E é isto que é preciso meus senhores, p’ró fadinho ser cantado com todos os matadores”

Agradeço a colaboração

de

Fernando Batista - Porto * Manuel Carvalho - Porto * Maria de Lurdes Brás * Ilídio Dias * Vilma Joaquim Perez - Santos - Brasil


Seguidores

domingo, 8 de junho de 2008

Mário Jorge - Portugal - Canadá

Nome: Mário Casimiro Garcia Jorge
Nome Artístico: Mário Jorge
Data de Nascimento: 23 de Abril de 1949
Naturalidade: Porto Brandão, Almada
Categoria Profissional: Fadista (Trovador de Fado)
Iniciação Artística: Almada, fins dos anos 60/início dos anos 70 com baladas de intervenção.
Chegada a Toronto: Outubro de 1974
Iniciação como Fadista: 1982
Experiência: Nestes cerca de 20 anos de fado actuei em quase todos os clubes, associações, e restaurantes por toda a Província de Ontário, assim como em alguns clubes de Montreal.
A aceitação do Povo Português, e alguns estrangeiros, da minha expressão e forma de estar no fado, da minha batalha, quase vencida, pela introdução dos poetas mais académicos no Fado. Estes são os meus prémios mais relevantes.

"E em cada madrugada
Que me encontro só na estrada
Que vai de mim até mim
Farei erguer uma flor
A quem chamarei amor
Mesmo que seja o meu fim"

Escreve o próprio...

"Para mim cantar o Fado é libertar palavras guardadas em caixinhas de sonho, arrumadas nas prateleiras da alma.
Cantar Fado é ter alma e paixão Lusitana.
É poder olhar e ver para além do infinito.
Quando canto, perco-me dentro do meu próprio labirinto.
Abro o peito e deixo o coração falar por mim.