Poetas – Compositores – Músicos – Fadistas

“E é isto que é preciso meus senhores, p’ró fadinho ser cantado com todos os matadores”

Agradeço a colaboração

de

Fernando Batista - Porto * Manuel Carvalho - Porto * Maria de Lurdes Brás * Ilídio Dias * Vilma Joaquim Perez - Santos - Brasil


Seguidores

terça-feira, 8 de abril de 2008

Vasco Rafael

Vasco Rafael Simões de Sá Nogueira, nasceu em Angola na província de Moçamedes.
Começou como cançonetista, tendo um início de carreira difícil, até que foi convidado de um espectáculo publicitário que se realizou num dos cinemas de Luanda, “Chá das Seis” onde começou a ser notado e veio a atingir um assinalável êxito.
Veio para Portugal e sentiu as dificuldades de um novo inicio de carreira.
Beatriz da Conceição apresentou-o a uns empresários no Porto e lá ficou a actuar durante cerca de um ano, foi no Porto que gravou o seu primeiro disco.
Veio para Lisboa contratado para o elenco do “Painel do Fado”, seguidamente foi convidado por Sérgio de Azevedo para actuar no “Frou Frou” , agradou ao empresário que logo o convidou para a revista “Ó da Guarda”, onde obteve o seu maior êxito de sempre com o Fado “Roseira Botão de Gente” com letra de José Carlos Ary dos Santos e música de Paulo de Carvalho, gravado em 1981 para a Rádio Triunfo
Fez ainda parte do elenco da revista “A Aldeia da Roupa Suja”, mas deixou as revistas porque achava que o prendem muito tempo no mesmo local.
Teve algumas deslocações ao estrangeiro.
Já com poetas de relevo a escreverem para ele, realçando Ary do Santos, Vasco de Lima Couto, etc. gravou mais uma série de EP e LP.
Foi contratado para as Arcadas do Faia, onde se manteve até à sua morte prematura.

Agradecimento a:
http://lisboanoguiness.blogs.sapo.pt/