Poetas – Compositores – Músicos – Fadistas

“E é isto que é preciso meus senhores, p’ró fadinho ser cantado com todos os matadores”

Agradeço a colaboração

de

Fernando Batista - Porto * Manuel Carvalho - Porto * Maria de Lurdes Brás * Ilídio Dias * Vilma Joaquim Perez - Santos - Brasil


Seguidores

terça-feira, 25 de março de 2008

Rodrigo

Nasceu em Lisboa no dia 29 de Junho de 1941

No "Verão quente" de 1975, em plena agitação revolucionária, surgiu um fadista de êxito. Rodrigo, vindo de meios pobres, antigo faz-tudo na vida, começou a cantar como amador em Cascais e em breve abraçou o profissionalismo.
A diferença da sua voz e estilo fez com que, durante os anos como amador, Rodrigo chegasse a ser levantado da cama por proprietários de casas de fado, para que fosse cantar como só ele o fazia.
Rodrigo gravou os primeiros discos ainda como amador, particularmente "EU SOU POVO e CANTO ESPERANÇA".
Mas é o album "COENTROS E RABANETES" que lhe dá projecção nacional.
Com fados populares, despretenciosos e comunicativos, o disco regista um enorme sucesso de vendas, repetido com "CAIS DO SODRÉ".
Já no início dos anos 80, Rodrigo abriu a sua própria casa de fados "Forte D. Rodrigo" em Birre, nos arredores de Cascais, reabilitando, assim, uma tradição de estabelecimentos do artista.