Poetas – Compositores – Músicos – Fadistas

“E é isto que é preciso meus senhores, p’ró fadinho ser cantado com todos os matadores”

Agradeço a colaboração

de

Fernando Batista - Porto * Manuel Carvalho - Porto * Maria de Lurdes Brás * Ilídio Dias * Vilma Joaquim Perez - Santos - Brasil


Seguidores

quarta-feira, 26 de março de 2008

Ricardo Parreira

Ricardo Parreira iniciou os estudos de Guitarra Portuguesa aos 7 anos de idade pela mão de seu pai, um dos guitarristas mais conceituados no panorama musical do Fado, “António Parreira”.
Aos 13 anos acompanhou pela primeira vez a fadista “Argentina Santos” e logo de seguida foi convidado a participar no Festival “Um Porto de Fado”, realizado no âmbito do evento “Porto 2001, Capital da Cultura”.
Durante todos estes anos a sua formação musical, desde muito novo até passar pelo Conservatório Nacional, foi em redor dos grandes compositores de guitarra portuguesa, desde Carlos e Artur Paredes num conceito mais virado para a guitarra de Coimbra, até aos lisboetas: Armandinho, José Nunes, Francisco Carvalhinho e Jaime Santos.

Isto para além de tocar com alguns dos Fadistas mais importantes do panorama actual: Camané, Mísia, Mafalda Arnauth, Argentina Santos, entre outros.