Poetas – Compositores – Músicos – Fadistas

“E é isto que é preciso meus senhores, p’ró fadinho ser cantado com todos os matadores”

Agradeço a colaboração

de

Fernando Batista - Porto * Manuel Carvalho - Porto * Maria de Lurdes Brás * Ilídio Dias * Vilma Joaquim Perez - Santos - Brasil


Seguidores

sexta-feira, 7 de março de 2008

Maria Armanda

Nasceu em Lisboa em 1942.
Como verdadeira "alfacinha", não resistiu aos encantos do fado, emblema de uma vida cheia de "vidas", apanágio de quem ama o seu dia a dia, hora, minuto e cada segundo de um percurso que ela sempre quis apaixonado, ao abraçar cada um dos seus objectivos, como se fosse o primeiro.
Com uma alma do tamanho do mundo, Maria Armanda. extravasa o sentimento que habita na "cidade branca", levando-o nas asas da sua voz "lusitana, até às mais longínquas paragens conseguindo a unanimidade de quem verdadeiramente ama a vida.
Pode ser ouvida regularmente, no ambiente tradicional do fado, em Lisboa.
Cantou em quase toda a Europa. Brasil, Venezuela, Canadá, são lugares familiares ao seu talento. Os principais programas de TV não prescindem da sua forte presença.

Canta grandes poetas e músicos portugueses, e a sua afirmação continua a ser uma constante, procurando o sucesso, pela sua maneira de ser e de viver, em cada disco que grava, em cada presença no palco.